Longevidade.

O homem vive consideravelmente mais, desde o sec XX.

A longevidade tem efeitos muito relevantes na nossa vida social. Assim como estamos vivendo mais com saúde, soluções médicas, a velhice trás algumas incapacidades, inevitáveis de locomoção, emocionais, que não estávamos preparados, para agora encarar com nossos pais.

A idade super avançada que conquistamos, ao longo dos anos, trás incapacidades, , que não aconteciam no passado, pela morte prematura dos idosos.

A necessidade de assistência, às vezes por 24 hs ao dia, nos afetam emocionalmente. É muito triste conviver com as inabilidades, ganhas pela idade, de pessoas próximas que foram tão ativas, há bem pouco tempo. Não podemos deixar de falar , que em alguns casos , ou na maioria, o impacto financeiro , dos custos com profissionais, como cuidadores, não estavam exatamente nos orçamentos das famílias. Como sabemos , a aposentadoria longa, trás diminuição de renda relevante.

Tivemos muita sorte por aqui, a longevidade da minha mãe, permitiu que aos 90 anos , fosse passar seu aniversário em Paris, como ela desejou, com as filhas.Que viagem!!!

Hoje aos 99 anos , tudo mudou, não consegue mais ler , como gostava, sua locomoção está bem comprometida, e tirou muito da sua independência.

Que bom que tivemos essa oportunidade e momentos muito bons para lembrarmos.

Apesar de lúcida, a locomoção comprometida impactou sua independência, a visão já não proporciona mais á ela horas de leitura, trabalhos manuais, e sem objetivos, e possibilidades a depressão acontece. Aproveitem muito a companhia e conhecimento de seus idosos.

Quem aí passa pela mesma situação? Me conta sua história.