Longevidade.

O homem vive consideravelmente mais, desde o sec XX.

A longevidade tem efeitos muito relevantes na nossa vida social. Assim como estamos vivendo mais com saúde, soluções médicas, a velhice trás algumas incapacidades, inevitáveis de locomoção, emocionais, que não estávamos preparados, para agora encarar com nossos pais.

A idade super avançada que conquistamos, ao longo dos anos, trás incapacidades, , que não aconteciam no passado, pela morte prematura dos idosos.

A necessidade de assistência, às vezes por 24 hs ao dia, nos afetam emocionalmente. É muito triste conviver com as inabilidades, ganhas pela idade, de pessoas próximas que foram tão ativas, há bem pouco tempo. Não podemos deixar de falar , que em alguns casos , ou na maioria, o impacto financeiro , dos custos com profissionais, como cuidadores, não estavam exatamente nos orçamentos das famílias. Como sabemos , a aposentadoria longa, trás diminuição de renda relevante.

Tivemos muita sorte por aqui, a longevidade da minha mãe, permitiu que aos 90 anos , fosse passar seu aniversário em Paris, como ela desejou, com as filhas.Que viagem!!!

Hoje aos 99 anos , tudo mudou, não consegue mais ler , como gostava, sua locomoção está bem comprometida, e tirou muito da sua independência.

Que bom que tivemos essa oportunidade e momentos muito bons para lembrarmos.

Apesar de lúcida, a locomoção comprometida impactou sua independência, a visão já não proporciona mais á ela horas de leitura, trabalhos manuais, e sem objetivos, e possibilidades a depressão acontece. Aproveitem muito a companhia e conhecimento de seus idosos.

Quem aí passa pela mesma situação? Me conta sua história.

Sobre jeans, athleisureflow, e tempos modernos!

apresentando nova coleção, introdizindo jeans ao cofortp necessário para os novos tempos.

Toda coleção tem que ter jeans, né?

Nesse momento em especial, um jeans com elastano, elegante para usar de scarpin, ou tenis, rasteirinha ou mocassim, é impressindível. Tendência importante,”athleisureflow”, onde o look, tem elegãncia, para a reunião importtnte on line, ou presencial com máscara, parada para meditar, e em sequência, se jogar no sofá para assistir aquela série, foi nossa inspiração para a nova coleção. Esse look contemporâneo tem quenos acompanhar ao longo do dia, cumprindo todos esses papéis.

Já que começamos a presentando a coleção com peças de jeans, vamos relembrar essa trajetória, pois o jeans está conosco há mais de um século!!!!!

À partir de 1792, na Itália, por ser um tecido resistente, e que não necessita de grandes cuidados, durável e muito resistente, foi usado para trabalhadores, e em 1853, trazido por Levis Strauss para o EUA. O primeiro lote de calças Levis, teve o código 501, sendo até hoje seu modelo mais vendido e famoso. a calça foi sendo melhorada, ganhou bolsinho relógio botões e rebites dourados, cor, tendo sua popularidade aumentada nos anos 30, através de filmes de cowboy.

Na moda , a peça entrou definitivamente nos anos 50, o blue jeans clássico, quando Marlom Brandom usou-o no filme ” O Selavagem” em 1953, Marlyn Monroe em ” O rio das almas” 1954, e James Dean, em ” Juventude transviada”1955.

Calvin Klein foi a primeira marca de luxo, à colocar o jeans em sua coleção 1073. No Brasil, Luisa Brunet foi top model de uma mar ca que lançou o jeans c elastano aqui.

Então, vamos conhecer e experimentar nossa calça sequinha barra irregular e jaqueta sem gola, linda , cheia de atitude?

Você sabia?? Algumas curiosidades, que fizeram a marca!

Então, a marca Daisy Gouveia, sou eu, minhas experiências,o que eu vivi, eo que me levou até aqui.

Hoje postei uma ciranda de curiosidades no instagram, aqui vou falar um pouco de cada uma delas.

Já falei algumas vezes que sou temporã, e por isso, um tantinho mimada. Minha avó materna, foi costureira, trabalhou no atelier da madame Rosita, e sempre costurou muito em casa, para os netos. Lembro que uma vez, comprou um rolo de flanela e fez pijamas para os meninos, e camisolas para as meninas.A minha era longa e usei até ela ficar curtinha, amava! Minha mãe também costurava para nós, e a costura sempre fez parte da minha vida, mesmo que costura não é meu forte, adoro criar, fazer a modelagem com suas correções, mas a máquina de costura, não é minha praia. Adoro o som das máquinas em ação, a produção saindo, mas não seu manuseio. a parte do mimada, é que roupinhas de bonecas não me faltaram, e do jeitinho que eu as imaginava e pedia.

Minha boneca preferida, foi a Susi, claro. Elegante, fácil de trocar e aos poucos, sozinha fazia as roupas, cortando, colando, como era possível, em cada idade que me desenvolvia. Sempre brinquei muito e sozinha, pois era a caçula dos primos também. Hoje, amo a Barbie, e brinco muito com minha neta, fazemos desfiles e coleções incríveis….kkkk. Na época existiam revistinhas de bonecas de papelão, com roupinhas que recortava e vestia no paelão com tirinhas no ombro, quem lembra? Agora essas revistinhas, são maravilhosas, tem modelagens, paéis com estampas lindas, adesivos como acessórios, e me distraio por horas com a Laura. Essa fantasia toda, me inspira de prazer e me enche de alegria, quando ela diz que será minha assistente. assistente??? Será um talento!

Minha infância e meus dias respiram moda. Na faculdade de fonoaudiologia, na PUC, minha primeira formação, meu estilo já aparecia, e numa daquelas brincadeiras de fim de ano, fui eleita miss elegãncia. Mas demorei alguns anos para trabalhar com o que pulsava em mim realmente, MODA>

Comecei minha trajetória na moda, em 87, com uma boutique multi marcas, no Itaim. Trabalhei com marcas bem bacanas, Huis Clos , Argentum, Circus.Marcas que muito me inspiraram , com certeza. mas a veia pra o desenvolver, me impulsionava, e comecei a fazer peças em seda pura com preços bastante razoáveis. Sucesso, claro!!!! e daí a produzir coleções foi um pulo!

Antes que me perguntem, e a seda????Pois é, foi ficando inviável, tivemos tempos em que a produção nacional quase foi exterminada, e os tecidos importados tomaram conta do mercado, e todas essas mudanças, foram transformando os materiais utilizados.

Na próxima coleção vou voltar as origens, vamos ter peças de algodão com seda, algumas camisetas com impressões em seda, e uma pequena coleção em seda pura.

Fiquei com a loja e a confecção no Itaim por 22 anos. Coração do atacado, nos anos 90, tive oportunidade de desenvolver e produzir para grandes marcas.

Meu maior cliente , entre muitos, foi a Zoomp, e com certeza aprendi muito.

Em 2012, criei a malinha , camisaria em casa. Inspirada numa sacola de sapatos, que recebi, em casa com sapatos do meu número. Rsolvi começar só com camisas, e por isso, @camisariadaisygouveia, mas hoje como todas sabem fazemos coleções inteiras e não só camisaria.

Depois dessas curiosidades, vamos voltar a conhecer os tecidos???? Vamos conhecer a seda????? Já que foi a minha origem???? Bora então, para próximo post, aguardem!

curiosidades que fazem parte do dna da marca Daisy Gouveia
a loja da Bandeira paulista, onde estive por 22anos.

Sobre coloração pessoal e encontro com as cores na Daisy Gouveia, no sábado no atelier.

.

Há mais ou menos fiz um estudo de cores com a querida @larissa.ehreintreich , que interferiu muito nas minha escolhas diárias e até nas minhas produções. Recebi a notícia que minhas cores favoritas preto e branco, não eram minhas cores. Quem me conhece sabe que adoro , mas que apesar de continuar usando , harmonizo com colares coloridos ou lenços , o que pode ser feito com ascores que não são da sua cartela. Minha cartela é outono, e amo minha cartela .

A querida Larissa, que hoje mora longe de nós. em Mason, USA, mas que está sempre perto de nós em sua página, dando dicasmaravilhosas, me libertou e me abriu o mundo das cores, na minha vida pessoal, e nas minhas produções.

À partir desse estudo, se já me preocupava com cores, essa preocupação se intensificou. Em minhas coleções, você encontra uma gama de cores, muito difícil de encontrar em uma única marca, pois a escolha de cores geralmente é tomada pela tendência de moda da estação. Minhas escolhas extrapolam tendências, e a abundância de cores nas tees , que são peças mais acessíveis na coleção, são MUITAS! Você vai encontrar sempre uma ou mais cores da sua cartela ou da sua preferência, com a facilidade dos combo, que você compra 2 tees e ganha a terceira. Sâo cores e decotes variados,para cada biotipo.

Tee feminina soltinha
algumas cores,Tee feminina soltinha

Sabendo que é muito bom ,escolher o que nos favorece, comprar acertivamente, nesse sábado no atelier, vamos trazer uma também a super querida, consultora de imagem, @marliopice_imagem_estilo , que vem bater um papo com a gente sobre a importância de usar as cores corretas para seu tom de pele e montagem de looks criativos. Vai ser sábado próximo, dia 28 de novembro, estaremos esperando vocês das 10 as 15, e a Marli vai bater o papo das 11, as 12hs.

Vamos ter algumas surpresas , a Marli vai levar suas bolsa de crochê que são um arraso, onde ela deixa sua criatividade fluir e faz peças incríveis que vocês vão adorar.@marliopice.bolsas

Então vai ter sempre as surpresas que estão acostumadas a encontrar, vai ter vestido novo, e peças lançamento de linho, muitas cores e uma coleçao de colares , que todas estavam pedindo…….Os colares que uso nas minhas fotos<<<<e harmonizam meus pretos e brancos…

Nesse final de ano, por que já estamos no final mesmo! vamos ter sábado no atelier dia 28/11 5/12 12/12 e 19/12!!!!

Vamos adorar encontrar você por lá R Heitor dos Prazeres 271, @camisariadaisygouveia

.

,